Fundos de Pensões – O que são e para que servem?

Investimento Poupança e Reforma Reforma

Fundos de Pensões – O que são e para que servem?

2 min Partilhar 21 de Novembro, 2019

Search
Generic filters
Exact matches only
Fundos de Pensões

Os fundos de pensões são uma aplicação financeira desenhada para a reforma e com o tempo têm vindo a ser mais conhecidos. Neste artigo vamos falar-lhe do que são ao certo os fundos de pensões, para que servem e quais as vantagens do investimento nestes produtos.

O que são fundos de pensões?

Os fundos de pensões são aplicações financeiras que funcionam como um plano poupança reforma ou como um fundo de investimento. São patrimónios autónomos destinados a promover o aforro exclusivo para a reforma, conferindo um conjunto de benefícios fiscais para incentivar a contratação de um produto com maior dificuldade de mobilização.

Infelizmente, os fundos de pensões viam a sua reputação algo manchada com a transferência de fundos de algumas empresas para a Segurança Social, sendo que esta transferência foi apenas visível em fundos fechados.

Diferentes tipologias de fundos de pensões

Podemos ter diferentes tipologias de fundos de pensões, dependendo de algumas características. Falaremos de seguida da distinção por tipologia de adesão, por tipologia de retorno e por tipologia de benefícios.

Adesão

Os fundos de pensões distinguem-se em primeiro pelo tipo de adesão. Podemos ter fundos fechados, tipicamente subscritos por empresas que definem as regras, e fundos abertos, que podem ser subscritos por qualquer pessoa. A tendência atual é para a maior comercialização de fundos de pensões abertos, em detrimento dos fundos fechados.

Retorno

Como no caso dos PPR, podemos ter fundos de pensões com capital e taxa de retorno garantidos e podemos ter fundos de pensões sem estas garantias. No primeiro caso existe um baixo nível de retorno e a garantia tende a ser dada no vencimento. No segundo caso, tenderemos a ter maiores níveis de retorno mas um maior nível de volatilidade.

Benefício

Os fundos de pensões podem ser fundos de benefício definido (à semelhança do que acontece com as pensões da Segurança Social), em que sabemos ao certo o valor da poupança que iremos ter, ou fundos de contribuição definida, cujo capital acumulado irá depender das entregas e do retorno obtido. Antigamente dispúnhamos de vários fundos de benefício definido, especialmente subscritos por empresas que assumiam os riscos. No entanto, hoje temos maioritariamente os fundos de contribuição definida.

Vantagens dos fundos de pensões

A subscrição de fundos de pensões tem um conjunto de vantagens que deve conhecer e que poderão servir de motivação extra para subscrever estes produtos. Destacamos algumas:

  • Benefícios fiscais muito relevantes, quer no momento de entrada, permanência ou resgate;
  • Possibilidade de diversificação, a partir de montantes muito reduzidos;
  • Gestão profissional e ao abrigo de um regulamento estreito;
  • Maior liberdade de investimento, podendo ter acesso a aplicações e estratégias de investimento que costumam estar vedadas a investidores particulares.

Os fundos de pensões podem ser um meio importante para poupar para a reforma. Sugerimos que se informe sobre a disponibilização de um fundo de pensões junto da sua entidade patronal e que conheça os principais fundos de pensões comercializados pela Reorganiza. Em caso de dúvida, deixe-nos os seus comentários ou envie-nos um email.



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros