Será que vale a pena continuar a poupar se estou reformado?

Poupança e Reforma

Será que vale a pena continuar a poupar se estou reformado?

2 min Partilhar 5 de Fevereiro, 2020

Search
Generic filters
Exact matches only
Seguro de Acidentes de Trabalho

Não podemos levar o dinheiro connosco pelo que é comum questionar-nos se vale a pena continuar a poupar quando estamos já reformados. Aliás, há quem levante a totalidade do seu PPR pouco tempo depois de se reformar, um erro muito comum e muito penalizador. Neste artigo ajudamos a dar resposta a esta pergunta.

Será que consegue poupar na reforma?

Poupar dinheiro é uma tarefa muito complicada para muitas famílias. Aliás, se considerarmos que iremos ter um corte expressivo nas nossas pensões de velhice, talvez seja ainda mais difícil atingir este objetivo. No entanto, para podermos responder é preciso que percebamos se existe espaço no nosso orçamento para poupar dinheiro. Tenha em mente que os custos de saúde irão aumentar também.

Responda a algumas questões…

Para poder saber se vale a pena continuar a poupar deverá saber dar a resposta a algumas questões mas que se resumem a: Precisa de poupar para quê? Quer apoiar os seus descendentes? Quer deixar uma herança a alguma instituição social? Ou tem sonhos que deseja ver concretizados e precisa de dinheiro para os financiar? Nunca nos podemos esquecer que poupamos sempre para alguma coisa pelo que temos de saber os nossos objetivos para que consigamos iniciar o caminho.

O que significa para si poupar dinheiro?

O termo poupança costuma ter associado uma conotação negativa. Costumamos pensar em sacrifício, dificuldades e chatices. No entanto, poupar dinheiro significa liberdade. Significa que terá o dinheiro para utilizar naquilo que mais valoriza, mas apenas no futuro. Dinheiro para ajudar a família, para poder ter os melhores cuidados de saúde ou para concretizar os seus sonhos. Tenha em mente que ao poupar dinheiro e ao investir esse dinheiro em aplicações financeiras rentáveis estará a aumentar as suas possibilidades futuras. Logo, tem todo o incentivo em manter uma postura de poupança.

Será que deve fazer um testamento?

Se tem património e mais do que um descendente talvez faça sentido fazer o seu testamento, nunca perdendo de vista que os temas de dinheiro costumam trazer associado um conjunto de problemas familiares e discussões que deverá procurar mitigar. Um testamento evita muitos problemas pelo que aconselhamos que contacte um advogado da sua confiança.

Onde aplicar o dinheiro?

Nesta fase da vida, talvez faça sentido manter o seu dinheiro em aplicações com pouco ou mesmo nenhum risco. Procure aplicações com eficiência fiscal e flexibilidade, mas não precisa de ter o dinheiro todo parado no banco. Conhecemos inúmeros casos de pessoas que se reforma, desmobilizam o seu PPR, pagam impostos e passam a ter o dinheiro parado na conta à ordem, perdendo assim um grande potencial de retorno.



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros